5 de Novembro de 2013 - 11h14

Decisão da Stock será em Interlagos

Independente do resultado em Brasília, campeão só será conhecido na última etapa
Decisão da Stock será em Interlagos Fernanda Freixosa / Vicar
As duas categorias que integram o evento do próximo domingo a ser disputado no Autódromo de Brasília, o Circuito Nova Schin Stock Car e o Campeonato Brasileiro de Turismo, não terão definição dos campeões na pista da Capital Federal. O motivo é que nesta penúltima etapa nenhum dos líderes pode abrir mais do que os 48 pontos de vantagem necessários para já desembarcar em Interlagos com o título. 

Na Stock Car, que tem largada às 11 horas, todos os 34 lutam pela vitória nos 2.919 metros do traçado brasiliense, mas somente sete têm chances matemáticas de se sagrar campeão. Na categoria formadora de pilotos (largada às 9h15) são 13. Assim, Daniel Serra, líder do Circuito Nova Schin Stock Car e Felipe Fraga - está na frente do Brasileiro de Turismo, terão de aguardar até o dia 15 de dezembro, em Interlagos para ver a definição dos campeões.

Na Stock, Daniel tem 172 pontos contra 161 de Thiago Camilo, 160 de Cacá Bueno e de Ricardo Maurício, 120 de Valdeno Brito, 117 de Max Wilson e 102 de Marcos Gomes. Como nesta etapa estarão em jogo 24 pontos e mais 48 em Interlagos, que tem pontuação dobrada por ser a última prova da temporada, serão importantíssimos 72 pontos.

No Brasileiro de Turismo, categoria formadora de pilotos para o Circuito Nova Schin Stock Car, em termos matemáticos, até o 12º colocado está na disputa, pois os mesmos 72 pontos estão em jogo. Assim como na Stock, a pontuação em Interlagos terá valor dobrado.

Com quatro vitórias em seis corridas na temporada, Felipe Fraga tem 108 pontos, Marco Cozzi, ganhador das outras duas etapas, tem 94, Pedro Boesel 93, Gabriel Casagrande 92, Norberto Gresse 80, Tito Morestoni 75, Raphael Abbate 64, Mauri Zaccarelli 60, Wagner Ebrahim 56, João Pretto 50, Fábio Carreira 46, Luiz Ribeiro 44 e Fernando Fortes, 39. 

Só como exemplo, para Fortes levantar o título ele precisaria vencer as duas corridas e torcer para seus adversários marcarem pouquíssimos pontos. O líder Fraga não poderia fazer mais do que dois em duas provas. Sem dúvida que é complicado, mas matematicamente as chances existem e não podem ser desprezadas.
Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x