10 de Novembro de 2013 - 12h44

Thiago Camilo vence e assume a liderança

Piloto contou com excelente largada e boa estratégia de pit stop para vencer
Thiago Camilo vence e assume a liderança Fernanda Freixosa / Vicar
Thiago Camilo é o novo líder do Circuito Nova Schin Stock Car. O piloto venceu a 11a etapa da temporada neste domingo (10/11), no Autódromo Nelson Piquet em Brasília, graças a uma boa largada aliada a um bom pit stop. A segunda posição ficou com o pole position Sérgio Jimenez e Ricardo Maurício cruzou a linha de chegada em terceiro.
 
O resultado coloca Thiago Camilo na liderança da competição, pela primeira vez no ano. Agora o dono do carro #21 tem 185 pontos, contra 181 de Daniel Serra, que completou a prova na 12a posição. Ricardo Maurício assumiu o terceiro posto, com 178. Cacá Bueno sofreu com um pneu furado restando duas voltas para o final, quando ocupava a quarta colocação, e acabou não somando pontos.

“Não tenho palavras para descrever a importância da largada. Essa é a concretização de um trabalho realizado o ano todo. Tenho que parabenizar e agradecer minha equipe inteira, por todo empenho e dedicação. Vamos para São Paulo sem favoritismo. Aqui todo mundo é profissional, os pilotos são de altíssimo nível e qualquer um tem condições de chegar em São Paulo e vencer. Na verdade são as circunstâncias que me levaram a vencer as duas Corridas do Milhão. Os adversários são extremamente fortes", disse Camilo.

A temporada será definida na Corrida do Milhão, dia 15 de dezembro, em Interlagos

Veja como terminou a corrida:
1. Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) - 38 voltas em 41min43s816
2. Sergio Jimenez (Voxx Racing Team) – a 2.060
3. Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 3.354
4. Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 4.057
5. Lico Kaesemodel (Boettger Competições) – a 5.571
6. Átila Abreu (Mobil Super Pioneer Racing) – a 6.068
7. Max Wilson (Eurofarma RC) – a 6.975
8. Ricardo Zonta (BMC Racing) – a 7.422
9. Valdeno Brito (Shell Racing) – a 7.646
10. Rafa Matos (Hot Car Competições) – a 8.143
11. Rubens Barrichello (Full Time Competições) – a 8.319
12. Daniel Serra (Red Bull Racing) – a 9.143
13. Diego Nunes (RC3 Bassani) – a 10.750
14. Rodrigo Pimenta (Gramacho Competições) – a 11.311
15. Vitor Genz (Gramacho Competições) – a 11.683
16. Duda Pamplona (Officer ProGP) – a 12.335
17. Nonô Figueiredo (Mobil Super Pioneer Racing) – a 12.789
18. Popó Bueno (Shell Racing) – a 14.690
19. Tuka Rocha (BMC Racing) – a 15.230
20. Alceu Feldmann (Full Time Competições) – a 15.672
21. Wellington Justino (Hot Car Competições) – a 16.449
22. Felipe Lapenna (Hanier Racing) – a 16.903
23. Allam Khodair (Vogel Motorsport) – a 1 volta
24. Beto Cavaleiro (Hanier Racing) – a 2 voltas
25. Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 2 voltas

Não completaram 75% da prova:
28. Denis Navarro (Voxx Racing Team) –a 11 voltas
29. Luciano Burti (Boettger Competições) – a 16 voltas
30. Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 19 voltas
31. Ricardo Sperafico (Officer ProGP) – a 20 voltas
32. Marcos Gomes (Carlos Alves Competições) – a 25 voltas
33. Fabio Fogaça (Vogel Motorsport) – a 37 voltas
34. Lucas Foresti (RC3 Bassani) – a 37 voltas
David Muffato (Carlos Alves Competições) - Excluído por desrespeito a sinalização da saída de box
Rodrigo Sperafico (Prati-Donaduzzi Racing) - Desclassificado por atitude anti desportiva contra David Muffato.
 
Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x