29 de Maio de 2014 - 16h22

Zonta é um dos quatro pilotos do grid que já correram em Goiânia

Disputa inédita transforma treinos livres em diferencial para a RZ Motorsport
Zonta é um dos quatro pilotos do grid que já correram em Goiânia Duda Bairros/Vicar
Neste fim de semana, o Circuito Schin Stock Car retorna à cidade de Goiânia após 13 anos para a rodada dupla da quarta etapa do campeonato. O Autódromo de Goiânia, que recebeu nos últimos meses uma reforma com amplas melhorias, será reinaugurado pela principal categoria de automobilismo do Brasil.??O traçado de 3.835 metros, totalmente novo, promete mexer com o campeonato.
 
Todas as equipes partem da estaca zero na busca para o acerto ideal no traçado que só é conhecido por quatro dos 33 pilotos que compõe o grid desta temporada. Ricardo Zonta chegou a acelerar em Goiânia pela F3 Sul-Americana, em 1995, quando conquistou o título e ainda ensaiava os primeiros passos rumo à Fórmula 1. Por tudo isso, os treinos livre de sexta e sábado prometem ser decisivos. ??


"O treino livre é quando você consegue melhorar o acerto do carro, evoluir para a classificação. Sempre são imprescindíveis, mas aqui contará bastante. Quem souber usar melhor o tempo e conseguir achar um bom acerto se dará bem, pois isso será de extrema importância", analisa o ex-F1.?
 
Para Zonta, o retorno de Goiânia ao calendário foi uma grande iniciativa. No total, foram investidos cerca de R$ 50 milhões na reforma do autódromo que, quando não estiver sendo utilizado por nenhuma categoria, ficará aberto servindo como parque para os moradores locais.
 
"Sempre que a categoria puder alcançar o maior público possível em diferentes regiões é muito legal, isso fortalece a competição. Além disso, a manutenção e modernização das pistas é essencial e é isso que Goiânia está fazendo. Todos os envolvidos nesse projeto estão de parabéns", destacou o piloto.??
 
Já seu companheiro de equipe na RZ Motorsport, Tuka Rocha, fará sua estreia na capital de Goiás, mas diz que a adaptação não será problema: "É difícil dizer como será o carro e a adaptação na pista, mas, pelo nível dos pilotos, isso não preocupa. Em um treino já dá para resolver o problema e as conclusões da pista saem logo de cara", analisa o piloto do carro número 25.?
Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x