25 de Julho de 2014 - 11h33

"Goiano", Marcos Gomes chega líder na Corrida do Milhão

Piloto atribui boa fase na temporada à adaptação às mudanças nos carros, como pneus e câmbio eletrônico
Fernanda Freixosa/Vicar
Atual líder da temporada, o piloto Marcos Gomes, da Schin Racing, tem motivos de sobra para acreditar que poderá preservar a liderança do campeonato a partir da Corrida do Milhão, que será disputada dia 3 de agosto. Um deles é que correrá em sua segunda casa. Ele se considera meio goiano apesar de ter nascido em Ribeirão Preto-SP. Sua família que é de Goiânia - onde ocorrerá a prova -, administra uma fazenda em Iporá, cidade a 197 quilômetros da capital. "Estamos brigando pelo campeonato e por isso é importante marcar pontos. Mas uma vitória na Corrida do Milhão vale muito", se anima Marcos Gomes, que já venceu seis vezes na categoria e neste sábado (26/7) completa 30 anos.

Outro fator que contribui para a liderança do campeonato obtida por Marcos Gomes é a boa adaptação ao câmbio Paddle Shift, que assim como os novos pneus também passou a ser usado a partir deste ano. "Com o câmbio eu já estava acostumado desde a época em que disputava o Campeonato Brasileiro de GT, então a adaptação foi muito rápida, ao contrário de alguns poucos pilotos da Stock Car", comenta o piloto, que estreou na Stock Car em 2006. Além disso, a adaptação do carros aos pneus tem sido fundamental para a boa campanha", diz o chefe da equipe, Carlos Alves. "Me entendi bem com os pneus, uma vez que nosso setup facilitou ao máximo a adaptação ao carro", completa Marcos Gomes.

Ao contrário de 2013, Marcos Gomes ainda não venceu na temporada. Ele mantém a liderança graças à sua regularidade, incluindo um terceiro lugar, obtido em Interlagos, e outros três top-10 em sete corridas. Mas o piloto lembra que esse ano ele está lutando pelo título e o foco é marcar pontos. "No ano passado arrisquei além da conta para conquistar as vitórias, pois tínhamos poucas chances de conquistar o campeonato. Agora tudo mudou, pois precisamos conquistar a maior quantidade de pontos possível para continuar na briga pelo título", comenta o piloto, que soma 64 pontos contra 62 de Valdeno Brito, 59 de Átila Abreu, 58 de Sérgio Jimenez e 55 de Júlio Campos.
Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x