28 de Setembro de 2014 - 13h10

Diferença mínima

Átila é líder por 0,5 ponto
Diferença mínima Fernanda Freixosa/Vicar

A nona etapa da temporada em Santa Cruz do Sul deixou a briga pelo título 2014 da Stock Car mais acirrada que nunca. Depois de amargar seu primeiro final de semana do ano sem pontuar, Átila Abreu sustenta a liderança do campeonato por 0,5 ponto de vantagem sobre Rubens Barrichello. O carro #51 encabeça a tabela de classificação desde a quinta etapa do ano, em 3 de agosto.

"Era um final de semana que tinha tudo para ser nosso, mas tivemos erros que nos impediram de ampliar a vantagem na liderança. Menos mal que os concorrentes diretos também tiveram problemas e conseguimos sair daqui em primeiro. É a posição que todos querem e agora vamos focar no trabalho para ir com tudo na reta final da temporada. Agora não é mais só contra o Rubinho e o Cacá: o Thiago chegou na briga e vamos ter um final de ano emocionante", afirmou o competidor da equipe Mobil Super Racing.

Largando em quinto na corrida longa, o sorocabano teve um problema em seu pit-stop e acabou voltando para a pista com o tanque de reabastecimento pendurado no carro quando ocupava a terceira posição.

"Fui liberado antes da hora e saí com galão. Normalmente eu olho o galão pelo espelho, mas aqui o box é apertado e tem risco de batida, então fiquei atento só no pirulito e só percebi quando o time me avisou pelo rádio", disse o dono do carro #51.

A segunda passagem pelos pits, para remover o galão, nos cinco minutos finais de prova tirou o carro da equipe Mobil Super Racing da briga pela prova longa.

Na segunda corrida, Átila largou em 22º e teve pouco tempo de ação. Um par de intervenções do safety-car acabou deixando mais de metade da corrida sob bandeira amarela.

Então o sorocabano precisou assumir mais riscos e acabou recompensado com a ultrapassagem mais bonita do final de semana, superando Rubens Barrichello e Cacá Bueno na mesma manobra.

"Na relargada arrisquei não usar o push e fiquei com o botão de ultrapassagem na volta seguinte. Então cheguei em cima do Rubinho e freei na sujeira. O Cacá é um piloto hábil, viu que eu estava com o carro desequilibrado por dentro e deixou espaço. Sabia que tinha que aproveitar as ultrapassagens, com a corrida curta pelo safety car", narrou o líder do campeonato. "Foi uma bela manobra, mas não resolveu nossa vida", admitiu o piloto, que cruzou a linha de chegada em 17º.

Átila acrescentou que agora a equipe Mobil Super Racing tem tempo suficiente para recarregar as baterias e voltar com força total para a reta final da temporada. "O time mostrou muito potencial o ano todo e confio que seremos competitivos até a volta final da última corrida em Curitiba. O foco será total nesta reta final e vamos lutar por nosso primeiro título." Depois de cinco provas consecutivas com apenas uma semana de intervalo entre elas, a Stock Car tem um mês de folga em outubro e promove sua décima etapa em Tarumã, no dia 2 de novembro.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x