22 de Março de 2015 - 11h36

Pilotos dão show em Goiânia, e vitória fica com Ricardo Maurício/Nestor Girolami

Corrida de Duplas foi extremamente movimentada com várias disputas; Marcos Gomes/Mark Winterbottom terminaram em segundo. Allam Khodair/Antonio Félix da Costa segurou os ataques de Cacá Bueno/Pechito López para fechar o pódio em terceiro
Pilotos dão show em Goiânia, e vitória fica com Ricardo Maurício/Nestor Girolami Fernanda Freixosa/Vicar

O fã de automobilismo teve na manhã deste domingo (22) em Goiânia a oportunidade de testemunhar um verdadeiro show de velocidade na abertura da temporada 2015 do Circuito Schin Stock Car com a Corrida de Duplas. Titulares e convidados mostraram perícia, combatividade e agressividade durante 35 voltas pelos 3.835 metros do Autódromo Ayrton Senna na capital goiana.

A vitória ficou com a dupla Brasil-Argentina formada por Ricardo Maurício e Nestor Girolami. O argentino, campeão do Super TC2000 de seu país, teve de guiar por seu turno sem comunicação com a equipe via rádio e só se tranquilizou quando passou a ser avisado pelo time por meio de placas mostradas na mureta que separa os boxes da reta. Mesmo assim, cruzou a linha de chegada com quase sete segundos de vantagem para o segundo duo internacional da disputa: Marcos Gomes, que fez sua 100ª corrida na Stock Car, e o australiano Mark Winterbottom, da V8 Supercars.

Maurício exaltou a corrida de seu companheiro, afirmando que ele é parte importante do bom início de temporada da Eurofarma. "Começar a temporada ganhando corrida, o final de semana não poderia ter sido melhor. O Nestor se adaptou muito bem, andou sempre na frente, liderou treinos, foi excepcional. Ter entregue o carro em primeiro foi importante, e a corrida dele foi sensacional, com um ritmo muito forte. Ele ajudou muito a equipe a começar a temporada com o pé direito", comemorou.

Girolami também não escondeu a satisfação com o excelente resultado. "Foi uma corrida de sonho para mim, estou muito feliz. Eu sabia que era uma prova muito importante, com ex-pilotos de Fórmula 1 e outros de muito nome. Confiei no Ricardo porque sei que ele é muito profissional e muito aplicado. O trabalho anterior foi muito importante em conhecer a equipe, a oficina, o carro, e tive um grande companheiro. Agradeço a confiança e espero fazer muitas corridas com ele", disse empolgado.

Até que Antonio Félix da Costa cruzasse a linha de chegada para levar o parceiro Allam Khodair ao pódio, niguém sabia quem ocuparia o último degrau na festa dos vencedores, já que o argentino José Maria "Pechito" López, parceiro de Cacá Bueno, disputava a posição com o convidado da Full Time havia várias voltas. O campeão mundial do WTCC, correndo na Red Bull ao lado do pentacampeão, exerceu fortíssima pressão sobre o português do DTM e da Fórmula E, mas teve de se contentar com o quarto posto.

Atrás da segunda dupla Brasil-Argentina chegou o carro de Thiago Camilo e Lucas di Grassi no quinto lugar, com Max Wilson/Vitor Meira em sexto. Apesar de relatar alguns problemas de estabilidade no carro durante os treinos, o vencedor do ano passado Felipe Fraga conseguiu, junto do parceiro português Álvaro Parente, cruzar a linha de chegada em sétimo.

Valdeno Brito e o belga Laurens Vanthorr fecharam em oitavo, logo à frente do carro dividido por Rubens Barrichello e Ingo Hoffmann - o "Alemão" estava exultante após a corrida e feliz com um resultado julgado pelo 12 vezes campeão como "ótimo". "Feliz para caramba. Estou em estado de graça. Foi sensacional. Eu saí dos boxes perto do pessoal da frente, do Di Grassi e falei comigo mesmo que estávamos bem, mas aí eu dei uma baita travada nos freios na curva oito, fui lá fora e resolvi baixar um degrau para continuar na brincadeira. Depois disso fui bem consciente, e foi super legal. Só posso agradecer a coragem do Rubinho em ter me convidado. Foi uma grande loucura. O bom é que fechei meu ciclo na Stock duas vezes com chave de ouro", destacou o veterano de 62 anos.

O público compareceu em peso ao Autódromo Ayrton Senna. Segundo a Polícia Militar do Estado de Goiás, foram 45 mil pessoas presentes nas arquibancadas e demais setores da praça esportiva para um show que não deixou ninguém desgrudar os olhos da pista - ou da TV.

O pole position Átila Abreu manteve a liderança nas primeiras voltas, mas uma vibração no carro o fez perder alguns postos e o vice-campeão adiantou a parada para que Nelsinho Piquet iniciasse seu turno. No entanto, a quebra do rolamento da roda traseira esquerda impediu o carro número 51 de continuar na disputa.

A prova teve também alguns "encontrões", como na disputa entre Jacques Villeneuve e Antonio Perez. O campeão de 1997 da F1 e o irmão do piloto Sergio Perez, da Force India, respectivamente parceiros de Ricardo Zonta e Rafael Suzuki, disputaram posição lado a lado na reta, até que o mexicano foi forçado a abandonar com um problema na roda dianteira esquerda.

Agora o Circuito Schin Stock Car volta a se reunir dentro de suas semanas no circuito de rua de Ribeirão Preto (SP), no dia 5 de abril.

1. #90 Ricardo Mauricio/Nestor Girolami - Eurofarma RC 52min32s719
2. #80 Marcos Gomes/Mark Winterbottom - Voxx Racing Team - +6s892§
3. #18 Allam Khodair/Antonio Felix da Costa - Full Time Competições - +18s475
4. #0 Cacá Bueno/Pechito Lopez - Red Bull Racing - +18s742
5. #21 Thiago Camilo/Lucas Di Grassi - Ipiranga-RCM - +19s102
6. #65 Max Wilson/Vitor Meira - Eurofarma RC - + 19s766
7. #88 Felipe Fraga/Alvaro Parente - Voxx Racing Team - +19s880
8. #77 Valdeno Brito/Laurens Vanthoor - Shell Racing - + 25s577
9. #4 Julio Campos/Nicholas Prost - Prati-donaduzzi - +46s930
10. #73 Sergio Jimenez/Fabio Carbone - C2 Team - + 48s337
11. #28 Galid Osman/Beto Monteiro - Ipiranga-RCM - + 50s193
12. #29 Daniel Serra/Chico Serra - Red Bull Racing - + 52s997
13. #2 Rafa Matos/David Muffato - Schin Racing Team - + 59s049
14. #111 Rubens Barrichello/Ingo Hoffman- Full Time Competições - + 1min02s395
15. #12 Lucas Foresti/Luiz Razia - AMG Motorsport - +1min04s663
16. #14 Luciano Burti/Jaime Algersuari - RZ Motorsport - + 1min05s797
17. #46 Vitor Genz/Matheus Stumpf - Boettger Competições - +1min06s869
18. #6 Alceu Feldmann/Ezequiel Raul Bosio - Boettger Competições - +1min11s382
19. #3 Bia Figueiredo/Matias Milla - União Química Racing - + 1min16s879
20. #83 Gabriel Casagrande/Enrique Bernoldi - C2 Team - + 1min18s789
21. #10 Ricardo Zonta/Jacques Villeneuve - Shell Racing - + 1min19s682
22. #26 Raphael Abbate/Nicolas Costa - Hot Car Competições - + 1min19s706
23. #110 Felipe Lapenna/Vitantonio Liuzzi - Schin Racing Team - +1min10s047
24. #72 Fabio Fogaça/Leandro Totti - Hot Car Competições - + 1 volta
25. #1 Antonio Pizzonia/Bruno Senna - Prati-donaduzzi - + 1 volta
26. #25 Tuka Rocha/Chris Van Der Drift Peugeot - + 2 voltas
27. #8 Rafael Suzuki/Antonio Perez - RZ Motorsport - + 4 voltas
28. #51 Átila Abreu/Nelson Piquet Jr - AMG Motorsport - + 8 voltas
29. #74 Popó Bueno/Guilherme Salas - Cavaleiro Racing Sports - + 11 voltas
Não completaram 75% da prova
30. #70 Diego Nunes/Ricardo Rosset - Vogel Motorsport
31. #11 Cesar Ramos/Frederic Vervish - Cavaleiro Racing Sports
32. #5 Denis Navarro/Felipe Giaffone - Vogel Motorsport
33. #33 Felipe Maluhy/Xandynho Negrão - ProGP

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x