4 de Abril de 2015 - 17h44

Em classificação lotérica, Cacá quase acerta a sena, enquanto Serrinha não tem sorte

Em treino marcado pela chuva, pentacampeão marca segundo melhor tempo. Companheiro de Red Bull Racing sofre com problema na direção hidráulica e parte em 15º
Em classificação lotérica, Cacá quase acerta a sena, enquanto Serrinha não tem sorte Fernanda Freixosa/Vicar

O treino classificatório para a etapa de Ribeirão Preto (SP) da Stock Car, a segunda da temporada 2015, foi marcada por um fator a mais: a chuva que caiu a menos de dez minutos para o início da sessão. Com a pista molhada e secando à medida que os carros saiam dos boxes, os últimos a marcarem seus tempos teriam mais chances de conseguir as primeiras colocações. E foi o que aconteceu com a maioria dos pilotos, inclusive Cacá Bueno, que foi um dos últimos quatro a percorrer os 2.298 metros do traçado do interior paulista e conquistou a segunda posição no grid.

“Faltou um pouquinho para conseguir a pole. Cometi um pequeno erro na última curva e acho que isso foi crucial para não conquistar a primeira colocação. No geral, não foi ruim, pois não treinamos nestas condições (com pista úmida), então fomos para a pista no escuro. Você imagina como o carro vai se comportar, mas só sabe para valer na hora que freia para fazer a curva”, analisou Cacá.

Com um problema na direção hidráulica, Daniel Serra não teve as melhores condições para brigar pelas primeiras filas. Após ser o segundo mais rápido no primeiro treino livre realizado na manhã deste sábado (4) e ficar entre os seis mais rápidos na segunda sessão do dia, Serrinha foi para a classificação sabendo que teria de pilotar o carro de cerca de 1300 kg e quase 500 cavalos de potência "na marra".

Serrinha lamentou a classificação, e ressaltou problemas em seu carro, justificando o resultado. “Fui para a classificação sem direção hidráulica, aí não tinha muito o que fazer. O carro fica muito pesado e para fazer as curvas é preciso fazer muita força. A minha sorte foi que a classificação foi nessa condição (com a pista secando), senão eu seria o último do grid amanhã. A equipe já está tentando resolver este problema para que eu tenha condições de brigar por uma corrida de recuperação, já que o carro se mostrou rápido e competitivo nos treinos livres”, disse.

Como resultado, o paulista largará para a primeira prova da rodada dupla deste domingo (5) na 15ª posição. A largada da primeira das duas corridas será às 11 horas, com a segunda bateria acontecendo logo em sequência às 12h30. Ambas transmitidas ao vivo no SporTV.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x