20 de Abril de 2015 - 15h37

No Velopark, Átila Abreu faz sua corrida número 100 na Stock Car

Atual vice-campeão, piloto da equipe AMG Motorsport foi ao pódio 24 vezes em 99 provas e quer manter escrita de bons resultados no autódromo mais curto da temporada, onde há previsão da marca recorde de 73 voltas neste domingo
No Velopark, Átila Abreu faz sua corrida número 100 na Stock Car Fernanda Freixosa

Quando alinhar o carro #51 no grid para a primeira largada deste domingo (26) na rodada dupla da Stock Car no Velopark, Átila Abreu fará sua centésima largada na principal categoria do automobilismo nacional. Estreante do ano em 2008, terceiro colocado em 2012 e atual vice-campeão, o representante da equipe AMG Motorsport frequentou o pódio em um quarto de suas participações na Stock Car: foram 24 vezes em 99 provas, sendo seis em primeiro lugar.

Átila é também o competidor da categoria com melhor retrospecto nos treinos classificatórios. Vencedor do Troféu Super-Ação pelo maior número de poles em 2013, ele largou da posição de honra em nove oportunidades na Stock Car (a mais recente na prova de abertura deste ano). Desde outubro de 2011, ou seja, nas últimas 40 etapas da categoria, Átila só ficou fora do top10 em quatro tomadas de tempo.

"Chego a cem corridas na Stock Car no meu melhor momento na categoria. É lógico que a marca é importante, mas acho mais importante ainda o fato de chegar competitivo. Então vamos trabalhar para comemorar uma vitória nesta etapa, pois o Velopark é um pista onde tenho um retrospecto bom, com vitória em 2011 e sempre classificando o carro nas primeiras filas", diz o piloto sorocabano, de 27 anos de idade.

"Sou novo ainda e espero um dia chegar a 200 corridas. Meu desejo é que seja competitivo como hoje e com alguns títulos na bagagem. No ano passado o título passou perto e vamos trabalhar para a oportunidade surgir novamente em 2015", frisou. Átila lembrou ainda que o carro #51 foi protagonista das duas etapas da temporada até o momento, mas que circunstâncias nas corridas de Goiânia e Ribeirão Preto impediram a equipe de pontuar de forma mais expressiva.

"Os dois primeiros finais de semana do ano foram atípicos. Em Goiânia fizemos a pole, mas o carro teve problemas mecânicos e acabou quebrando na corrida. Em Ribeirão o cenário foi conturbado pela chuva na tomada de tempo e a rodada dupla foi atípica. Mesmo assim reagimos de uma posição ruim no grid com 30 ultrapassagens ao todo, considerando as duas corridas", comentou o piloto.

"Torço por um final de semana ‘normal’ no Velopark, onde possamos cumprir nossa programação completa e melhorar mais ainda nossa compreensão do novo pneu", finalizou o piloto. Átila é o 12º colocado no campeonato, com 16 pontos. Com 2.278 m de extensão, o traçado do Velopark é o mais curto da temporada (mais curto inclusive que as pistas de rua de Ribeirão Preto e Salvador). "É uma pista exigente do ponto de vista físico, pois as retas são curtas e não permitem ao piloto um tempo para relaxar. O tempo todo o piloto trabalha no Velopark e eu gosto muito de correr em um circuito com tal característica", acrescentou o dono do carro #51.

Terceira etapa da temporada, a jornada do Velopark será a segunda rodada dupla do ano. Com o acréscimo de 8 minutos em cada prova previsto pelo regulamento de 2015, as corridas têm previsão de até 47 e 26 voltas, para um total de 73 giros durante o final de semana. Nunca, nos 36 anos de história da Stock Car, os carros mais rápidos do Brasil fizeram tantas voltas numa mesma etapa.

As atividades de pista têm início nesta sexta-feira, com um shakedown e os primeiros treinos livres. No sábado acontecem mais treinos livres e a tomada de tempo (às 12h, com Sportv ao vivo). As corridas de domingo têm largadas previstas para 13h05 e 14h20, ambas com transmissão do Sportv.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x