30 de Julho de 2015 - 18h20

15 anos atrás, o grande dia de Rubens Barrichello

No dia 30 de julho de 2000, o atual campeão do Circuito Schin Stock Car, Rubens Barrichello, conquistava sua primeira vitória na Fórmula 1
15 anos atrás, o grande dia de Rubens Barrichello Divulgação

O dia 30 de julho de 2000 ficou marcado na história da Fórmula 1, do automobilismo brasileiro e para milhões de fãs do esporte a motor. A tradicional música que sinalizava a vitória de um piloto brasileiro na F1, imortalizada com Ayrton Senna, voltava a tocar novamente após sete anos. E de forma espetacular no antigo circuito de Hockenheim, na Alemanha. Com uma atuação espetacular, largando de 18º e segurando uma Ferrari com maestria na pista molhada com pneus de asfalto seco, Rubens Barrichello conquistava a primeira de suas 11 vitórias na Fórmula 1.

Hoje campeão do Circuito Schin Stock Car e atual vencedor da Corrida do Milhão, Rubinho foi lembrado hoje por diversos meios especializados em automobilismo – inclusive pela própria Ferrari, que publicou uma foto lembrando do feito do piloto brasileiro.

“Rubinho, você sabe que dia é hoje?”, perguntou o site oficial do Circuito Schin Stock Car.

“Então... Acabei de saber pelos fãs. Parece que a Ferrari postou nas mídias sociais que hoje faz 15 anos que ganhei em Hockenheim. É muito legal quando essas coisas são naturais, porque são lembradas pelas pessoas. É melhor do que a gente ficar marcando”, respondeu Barrichello.

“Aquele foi um momento de felicidade tão grande, foi um dia tão marcante para mim... Eu lembro de estar voltando para casa e ver minha esposa colocando bexigas para reunir os amigos e fazer uma festa. Foi muito legal. Eu chorei tanto (após cruzar a linha de chegada) e depois chorei de novo porque lembrei que ia tocar a musiquinha (o Tema da Vitória, da TV Globo). Hoje em dia quando eu ouço essa música eu lembro daquele dia”, recordou.

Barrichello já foi à pista hoje em Curitiba no início dos trabalhos para a sexta etapa da temporada. Equipes e pilotos tiveram um dia de treinos extras para testes do novo sistema de freios. O piloto da Medley Full Time, no entanto, não aproveitou tanto o dia. “Tivemos um problema elétrico que fez subir a temperatura do motor e aí o carro entrou em modo de segurança. Nestes treinos a gente anda de pneu velho, a pista ainda está suja, mas não tive qualquer problema com os freios. Mesmo assim, prefiro esperar mais para dar uma avaliação mais precisa”, disse Rubens, que fechou a sessão com o 29º tempo.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x