6 de Novembro de 2015 - 17h34

Átila Abreu poupa pneu zero e faz o 13º tempo do dia em Tarumã

Piloto da equipe Mobil Super Racing espera aprimorar o equilíbrio da máquina #51 para novamente brigar pela pole na Stock Car
Átila Abreu poupa pneu zero e faz o 13º tempo do dia em Tarumã Fernanda Freixosa/Vicar

Átila Abreu avaliou como “produtiva” a jornada desta sexta-feira em Tarumã, que abriu os trabalhos da penúltima etapa da temporada 2015 da Stock Car com o shakedown e a primeira sessão de treinos livres na tradicionalíssima pista gaúcha.

O competidor da equipe Mobil Super Racing saiu satisfeito com os dados coletados pelo Chevrolet #51 e confia que os engenheiros vão aprimorar o equilíbrio do carro na freada da nova chicane, a mais forte do circuito.

“A pista de Tarumã é um tanto atípica quando comparada com as demais. No warmup de manhã, achamos que o equilíbrio foi interessante, bem como nossa performance. Então fomos para algumas mudanças. Algumas funcionaram, outras não. Mas o tempo de volta veio piorando. Então percebemos que foi em virtude da degradação muito rápida do pneu aqui, pois o asfalto é muito abrasivo, com curvas bem rápidas e longas”, relatou o piloto sorocabano.

“Aí partimos para o melhor set de pneus usados que tínhamos à disposição e fomos primeiro naquele momento do treino livre. Depois outros três carros bateram a marca ainda no grupo 1 e terminamos em quarto. No grupo 2 os tempos foram bem mais rápidos (eu teria sido décimo com minha volta no grupo 1). Acho que alguns pilotos usaram pneus zero em especial no grupo 2 que treinou mais perto do horário da classificação de amanhã.”

No compilado de tempos dos dois grupos, o Chevrolet da Mobil Super Racing finalizou o dia em 13º. Mas sem recorrer a pneus zero.

“Nossa avaliação foi a de que era melhor não usar o pneu zero hoje, porque não estava 100% satisfeito com o equilíbrio do carro e queremos melhorar um pouco o equilíbrio para então tirar o máximo do pneu zero amanhã. Precisamos aprimorar alguns problemas de freada, não do carro passar reto ou travar roda, mas do carro ser um pouco desequilibrado. A pista só tem uma freada muito forte e acho que estamos perdendo uns dois décimos naquele trecho”, contou o vice-campeão de 2014.

Tarumã é a pista da primeira corrida da história da Stock Car, disputada em 1979. O carro #51 já levou Átila Abreu uma vez ao pódio neste palco, com o segundo lugar em 2012.

“Ainda estamos longe do ritmo dos ponteiros, mas estamos sim no meio do grid e temos dados para avaliar hoje e buscar o setup ideal no sábado, para então brigar novamente pelas primeiras filas”, concluiu o piloto.

Última rodada dupla de 2015, a etapa tem um treino livre neste sábado pela manhã. O quali tem início às 11h30. No domingo, a primeira largada está marcada para 13h10. As duas baterias e a tomada de tempo têm transmissão ao vivo dos canais Sportv.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x