4 de Março de 2016 - 13h51

Na despedida da Stock Car em Curitiba, Ricardo Maurício e Serrinha disputam posto de maior vencedor

Adversários acumulam quatro vitórias cada no circuito
Na despedida da Stock Car em Curitiba, Ricardo Maurício e Serrinha disputam posto de maior vencedor

Após inúmeras negociações, em fevereiro de 2016 veio o anúncio oficial de que o Autódromo Internacional de Curitiba vai encerrar suas atividades. Com isso, a primeira etapa da Stock Car que acontece neste domingo, 6 de março, terá outra disputa, a de maior vencedor entre os pilotos atuais, protagonizada por Ricardo Maurício, da Eurofarma-RC e Daniel da Serra da Red Bull Racing. Ambos contabilizam quatro vitórias cada e essa pode ser a última chance de se isolar na posição.

Os maiores vencedores, desde o início das corridas da Stock Car em Curitiba, são dois nomes que não poderão mais ser batidos: Ingo Hofmann com nove vitórias e Chico Serra, pai de Serrinha, com sete. Entre os pilotos em atividade na categoria, apenas Ricardo Maurício e Daniel Serra têm chances de ficar com a terceira posição.

A primeira corrida da Stock Car em Curitiba aconteceu no dia 8 de outubro de 1989 e Chico Serra foi o vencedor. A prova aconteceu no circuito completo com 3.695 metros, o mesmo que vem sendo palco das disputas nos últimos anos. Ingo Hoffmann venceu no ano seguinte, em novembro de 1990. Quem acompanhou o supercampeão do circuito nas vitórias seguintes, em 96, 97 e 98, foi Rosinei Campos, atual chefe de equipe da Eurofarma-RC, que na época trabalhava como preparador de carros. "Foram corridas emocionantes. Em 1996, o Ingo largou em último depois de ser punido por causa do peso do carro, chovia muito e ele terminou em primeiro. Foi uma das corridas mais importantes da minha carreira", conta ele.

A etapa de despedida acontece no domingo, a partir das 12h30 e a corrida será em duplas, ou seja, Ricardo e Daniel terão que contar com a ajuda de seus pilotos convidados para carimbar, definitivamente, o título de maior vencedor do circuito entre os pilotos atuais. Após o anúncio do pit-stop para troca de pilotos, Ricardo Maurício vai contar com Guilherme Salas no comando do carro 90 e Daniel Serra terá Danilo Dirani no comando. "O foco é a vitória, sempre, e a possibilidade de ter mais esse capítulo na história da minha carreira seria muito bom", diz o bicampeão.

 

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x