7 de Abril de 2016 - 11h14

Mais pontos para o vencedor: Ricardo Zonta curtiu isto

Dinâmica de abastecimento deve seguir exemplo das corridas de rua neste final de semana, o que torna a classificação ainda mais importante, como explica o experiente piloto
Mais pontos para o vencedor: Ricardo Zonta curtiu isto Duda Bairros/Vicar

A segunda etapa da Stock Car marcará uma série de novidades na competição e uma delas agradou em cheio pilotos experientes como Ricardo Zonta, da equipe Shell Racing, que já foi campeão da F-3, F-3000, World Series, FIA GT e que, após diversos anos na F-1, estreou na principal categoria do automobilismo em 2007.

Trata-se da maior pontuação ao primeiro colocado da primeira corrida da rodada dupla: agora, ele recebe 30 pontos, seis a mais do que no ano passado. O vencedor da segunda prova, de menor duração, segue recebendo 15.

"Esta é uma medida que vai favorecer o espetáculo, porque todos os pilotos vão focar na vitória da corrida principal. A valorização da prova que já tem a maior duração é importante porque não haverá distorções como havia no passado, em que dois quarto lugares seriam próximos a uma vitória na corrida 1 e um sexto ou sétimo na 2, por exemplo", explica Zonta. Vale lembrar que, na segunda bateria, o grid é invertido para os dez primeiros colocados.

A nova medida de pontuação passa a valer já neste final de semana e a expectativa é que a briga pelo treino classificatório seja ainda mais acirrada. No menor circuito da temporada, as diferenças entre os pilotos, que já são bem próximas (até 30 carros dentro do mesmo segundo) tendem a ser ainda menores.

"O circuito é o menor do ano, com apenas 2.278 metros, então a diferença entre largar nas primeiras filas e na vigésima posição, por exemplo, pode ser às vezes questão de um ou dois décimos de segundo", diz Zonta, que é o quinto colocado no campeonato, após ter chegado nesta posição na etapa de abertura, a Corrida de Duplas, disputada no mês passado em Curitiba.

Outro cenário que pode tornar a corrida 1 ainda mais competitiva é a possível ausência de pit stop. Como os tanques do Stock Car não terão as esferas que limitam sua capacidade, é possível fazer as duas provas sem reabastecimento.

"Esta é uma decisão que será anunciada apenas na sexta-feira, mas deve ser o cenário mais provável, até porque o pit stop no Velopark é sempre crítico, ainda mais com previsão de chuva", diz Rodolpho Mattheis, chefe da equipe Shell Racing.

Os treinos no Velopark serão iniciados apenas no sábado, a partir das 8h. O classificatório será a partir das 14h ao vivo no Sportv. No domingo, a rodada dupla tem previsão de largada para as 13h, com transmissão do mesmo canal.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x