30 de Junho de 2016 - 13h29

"Corrida de mecânicos" garante pontos a Ricardo Zonta

Paranaense quase fica de fora da etapa disputada no Rio Grande do Sul, mas troca de motor em tempo recorde fez com que Zonta alinhasse para o grid da corrida 2 e terminasse entre os primeiros colocados
Duda Bairros/Vicar

Corrida na pista e nos boxes: a equipe Shell Racing protagonizou uma das maiores histórias de superação na temporada 2016 ao trocar em tempo recorde o motor de Ricardo Zonta para a segunda corrida da rodada dupla disputada no último domingo no circuito de Tarumã, na Grande Porto Alegre (RS).

O piloto da Shell Racing detectou o problema na volta de alinhamento para o grid de largada da corrida 1.

"Assim que senti a falha, trouxe o carro para o box: foi a nossa sorte, porque aqui conseguimos trocar o motor e assim viabilizar minha participação na prova 2. A equipe fez um esforço incrível e os pontos desta oitava colocação valem muito por conta desta superação dos mecânicos", diz Zonta, que largou dos boxes, praticamente em último, e mesmo assim terminou entre os oito melhores.

O resultado do piloto paranaense poderia ser ainda melhor não fosse uma falha logo na primeira volta, que fez o piloto da Shell Racing perder contato com o pelotão. A troca foi feita em 45 minutos, exatamente o tempo de duração da primeira bateria

"Como fizemos tudo em tempo recorde, em menos de 50 minutos, não pude testar o carro antes da largada e com isso tive um problema de potência ainda no início da corrida, que me fez perder contato com o pelotão. Não fosse isso, era possível até brigar pelo pódio. Em todo o caso, o saldo foi bastante positivo para um final de semana que tinha tudo para zerarmos em pontuação", completa Zonta, que segue na 12ª posição na tabela, agora com 58 pontos.

Rodolpho Mattheis, chefe do time, destacou o esforço de todos para que Zonta participasse da prova 2.

"Os mecânicos fizeram um excelente trabalho, trocando em tempo recorde o motor e com isso permitindo que o Ricardo corresse e ainda marcasse um ótimo resultado diante das circunstâncias, com o oitavo lugar. Agora vamos para Cascavel, onde esperamos um ajuste mais competitivo, confiando também em nosso histórico de duas vitórias nesta pista e o recorde de pontos no ano passado, mas sabendo que as outras equipes evoluíram desde então", diz Mattheis.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x