9 de Setembro de 2016 - 19h15

Corrida do Milhão terá novidade em 2016: sem pit stop obrigatório e com push recorde de 45 segundos

Átila Abreu e Ricardo Zonta testaram a novidade que deve se transformar em uma das grandes atrações da Corrida do Milhão
Corrida do Milhão terá novidade em 2016: sem pit stop obrigatório e com push recorde de 45 segundos Duda Bairros/Vicar

A Corrida do Milhão será diferente neste ano: pela primeira vez, não será prevista uma parada nos boxes, com os carros podendo completar os 45 minutos de prova sem a obrigatoriedade de reabastecer ou trocar pneus. E outra novidade será o botão de ultrapassagem com 45 segundos de duração, um recorde na categoria. As novidades foram testadas hoje no primeiro dia de treinos livres e foram aprovadas pelos pilotos da Shell Racing, Átila Abreu, último vencedor da Stock Car em Interlagos, e Ricardo Zonta, vencedor da última edição da Corrida do Milhão disputada em São Paulo.

"A dinâmica da prova será bem diferente neste ano e tende a deixar a disputa ainda mais acirrada, já que não haverá parada de box obrigatória e quem quiser ultrapassar um adversário terá que resolver na pista. O push com 45 segundos é uma grande novidade e funcionou bem nos treinos de hoje, com acionamento sendo feito na chicane que antecede a reta dos boxes e aumentando a potência por quase meio circuito, até a chegada no Laranjinha", explica Zonta.

O ex-F-1 e campeão mundial de GT, de F-3000 e World Series destacou o bom rendimento de seu carro nesta sexta-feira: o piloto fez o quinto melhor tempo do dia. "Começamos bem com o ajuste do ano anterior, que fez a pole position nesta etapa, e conseguimos boa evolução, ficando entre os primeiros mesmo sem colocar pneus novos", diz Zonta.

Átila também aprovou as novidades. "Agora a importância de um bom lugar no grid aumentou, porque não terá como se recuperar na estratégia. Gostei do novo push, com 45 segundos, piloto sempre gosta de sentir a potência do motor aumentando e o carro ficou bem prazeroso de guiar, inclusive em curvas que a gente fazia pé cravado no acelerador, como o a do Sol, ficaram bem mais desafiadoras", diz Átila, que registrou o 22º tempo.

Rodolpho Mattheis, chefe da equipe Shell Racing, explicou que com o novo push os carros ficam cerca de um segundo mais velozes. "Será interessante ver o comportamento na corrida, já que são apenas nove acionamentos, mas que duram bem mais tempo do que a média das outras provas", explicou.

Amanhã, o treino classificatório será disputado ao meio-dia, com transmissão ao vivo do SporTV. A Corrida do Milhão no domingo começa às 10 horas, com exibição ao vivo na TV Globo.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x