3 de Outubro de 2016 - 12h08

Sentimentos mistos na Eurofarma-RC

Pole em Londrina, Max viu segundo lugar ir embora com pneu furado na primeira prova; Ricardo Maurício ‘salvou a honra’ do time ao completar o pódio na corrida 1
Sentimentos mistos na Eurofarma-RC Foto: Fernanda Freixosa/Vicar

Duas corridas de tirar o fôlego marcaram a volta da Stock Car à Londrina, cidade paranaense que por três anos ficou fora do calendário da categoria. A disputa pelas primeiras posições teve como personagens principais o pole position e piloto da Eurofarma-RC, Max Wilson, além de Cacá Bueno e o líder Felipe Fraga. O ritmo do início da prova era muito forte com bastante pressão dos adversários que vinham logo atrás. Com um carro competitivo e na briga por uma boa classificação, Max Wilson teve que usar sem moderação o push to pass, dispositivo que dá mais potência ao motor e auxilia nas ultrapassagens. Os adversários fizeram o mesmo e os três se alternaram durante quase toda a prova entre a primeira e terceira posição. O pódio estava muito próximo, mas, faltando apenas duas voltas para o fim da primeira corrida, o pneu traseiro direito do carro do piloto #65 furou. Já sem tempo para voltar à disputa, teve que abandonar a prova. “É uma pena, mas acontece”, lamenta ele.

Na segunda corrida, Max Wilson optou por largar dos boxes em vigésimo sétimo lugar e mais uma vez, deu um show de ultrapassagens. Ele chegou a ficar em quarto lugar, mas, a essa altura da prova, faltando ainda 5 voltas para o final, o push to pass acabou e ele não teve como se defender de quem vinha atrás brigando por posições. Ainda assim, terminou em décimo lugar e conquistou cinco pontos em Londrina.

Quem subiu ao pódio da cidade paranaense pela terceira vez desde que começou a correr na Stock Car, foi Ricardo Maurício. O bicampeão largou na nona posição, acelerou ao longo das 45 voltas e terminou em terceiro lugar. Ricardo Maurício também protagonizou disputas memoráveis com Marcos Gomes e Valdeno Brito para chegar ao pódio. Na segunda corrida ele cruzou a linha de chegada uma posição à frente de Max Wilson. Somados os resultados das duas provas, o piloto do carro #90 da Eurofarma-RC totalizou 28 pontos, quase uma vitória. “Esse campeonato é assim, somar nas duas provas pode ser tão ou mais importante que vencer”, diz o chefe de equipe Rosinei Campos. “Ainda tem muita coisa para acontecer até o final do campeonato, então, vamos continuar trabalhando como sempre fizemos”, conclui Ricardo Maurício.

O próximo desafio será em Curitiba no dia 16 de outubro.

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x