16 de Novembro de 2016 - 17h02

Retrospecto invejável em pistas novas e vitória há duas semanas empurram Átila Abreu em Curvelo

Chevrolet #51 foi pole ou acabou no pódio em todos os novos traçados da Stock Car desde 2010
Retrospecto invejável em pistas novas e vitória há duas semanas empurram Átila Abreu em Curvelo Foto: Fábio Davini/Vicar

A Stock Car realiza neste fim de semana a última rodada dupla da temporada, uma das etapas mais aguardadas do calendário, pois vai marcar a introdução do novíssimo Circuito dos Cristais, em Curvelo (MG) na principal categoria do automobilismo nacional.

Para Átila Abreu, nada melhor que uma pista nova na categoria.

Vice-campeão em 2014, o competidor tem um histórico muito favorável com novos traçados na Stock Car: Desde a entrada do Velopark no calendário, em maio de 2010, sempre que uma pista estreou na categoria ou teve seu traçado alterado, o Chevrolet #51 cravou a pole ou terminou no pódio.

A sequencia começa em 2010, com o segundo lugar na prova inaugural do Velopark e com a vitória na estreia de Ribeirão Preto após cravar a pole. No ano seguinte, ambas as pistas sofreram mudanças (no interior de SP o circuito passou de 2.270 m a 2.395 m, enquanto no RS a pista foi de 2.086 m para 2.278 m). Átila venceu as duas provas. Já em 2012 foi a vez de Cascavel retornar à Stock Car após um hiato de duas décadas e ver a pole do #51. Em 2013, novamente mudou a pista de Ribeirão Preto, para um traçado de 2.298 m no Distrito Industrial. Átila cravou a pole. No ano seguinte Goiânia retornou ao calendário após 12 anos –com pole e segundo lugar do sorocabano. Por fim, nesta temporada, Londrina voltou a receber a Stock Car após um intervalo de três anos e viu Átila terminar em segundo lugar.

“Um autódromo novo para a Stock Car é sempre muito bacana. Nosso automobilismo merece cada vez mais novas pistas, novas praças para a gente disputar. Minas Gerais tem um mercado enorme e carente de automobilismo. Agora o novo autódromo de Curvelo nos coloca no Estado, o que é muito bacana. A pista nova é longa, como Interlagos, com característica mais de baixa e áreas de escape um poucos menores. Espero que a estreia em Curvelo seja bem positiva e que a gente saia de lá com um bom resultado. Gosto muito de pistas novas e sempre me adaptei. Estou muito animado com a corrida dessa semana, vindo de uma vitória na chuva em Goiânia”, avaliou o piloto.

Há duas semanas, graças a uma estratégia eficiente no consumo de combustível e uma tocada muito precisa, Átila venceu a segunda corrida da rodada dupla, abrindo mão de reabastecer a máquina #51 e controlando a vantagem para os adversários nas voltas finais. Com isso, avançou para nono lugar no campeonato e por enquanto segue firme rumo à meta de encerrar o ano mais uma vez entre os dez melhores do grid.

Os carros mais rápidos do Brasil vão para a pista já na manhã desta sexta-feira, para um treino extra e o primeiro treino livre. No sábado acontece o segundo treino livre e o quali (às 12h30). A primeira largada está marcada para 13h de domingo. As corridas e a tomada de tempo têm transmissão ao vivo pelos canais Sportv.

Átila Abreu e as pistas novas na Stock Car (desde 2010):

2010

2.mai – Primeira prova da história do Velopark (2.086 m) – P2

6.jun – Primeira prova da história de Ribeirão Preto (2.270 m) – Pole e vitória

2011

17.abr – Circuito de 2.395 em Ribeirão Preto – Vitória

15.mai – Circuito de 2.278 m do Velopark – Vitória

2012

16.set – Cascavel retorna ao calendário após 20 anos – Pole

2013

11.ago – Circuito de 2.298 m no Distrito Industrial de Ribeirão Preto – Pole

2014

1o.jun – Goiânia retorna ao calendário após 12 anos – Pole e P2 na corrida 1

2016

25.set – Londrina retorna ao calendário após 3 anos – P2 na corrida 2

Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x