11 de Dezembro de 2016 - 19h13

Red Bull Racing: Começou em primeiro; terminou em primeiro

Cacá Bueno faz bela prova de recuperação e termina em quarto; Felipe Fraga é o mais jovem campeão da categoria
Red Bull Racing: Começou em primeiro; terminou em primeiro Foto: Fernanda Freixosa/Vicar

22 de abril de 2007. A Red Bull Racing estreia na Stock Car largando na pole position pelas mãos de um piloto também estreante, o jovem Daniel Serra, de 23 anos.

11 de dezembro de 2016. Na última corrida da equipe, dez anos depois, Serrinha conclui o ciclo do mesmo jeito que começou: em primeiro lugar. Só que desta vez, a posição de honra não é no grid de largada, mas sim no alto do pódio.

Foi ele o vencedor da etapa de encerramento da temporada 2016 da Stock Car, disputada neste domingo, 11, em Interlagos. Uma prova que teve a cara do circuito, alternando momentos de asfalto seco e pista molhada, por causa de uma chuva que não sabia se caia de vez ou se ficava como estava. Serrinha apostou que não desabaria um aguaceiro.

E se deu bem. Ficou na pista mesmo quando o líder da prova e líder do campeonato, Felipe Fraga, recolheu para os boxes para colocar os pneus de pista molhada. E deu um show para controlar a diferença em relação a Rubens Barrichello, um verdadeiro mostro nesse tipo de condição climática e que precisava da vitória para pensar em título.

“Se a gente pudesse escrever um final pra essa história, seria difícil imaginar um assim. Na despedida da equipe, terminar com uma vitória e como terceiro no campeonato em um ano que teve tantos altos e baixos, só me deixa muito feliz!”, afirmou o vencedor da corrida final da temporada.

“Conseguimos melhorar o carro ontem na classificação e essa chuva só ajudou. O meu limpador de para-brisa não funcionava, estava difícil de enxergar, mas eu sabia que no seco seria complicado vencer. Então, era melhor assim! A gente fez a estratégia certa, de ficar na pista, e eu não poderia pedir um final melhor para uma corrida tão tensa. Quero agradecer à Red Bull e à Red Bull Racing por esses anos juntos. Eu poderia falar dos nossos números, de poles, vitórias, que são expressivos, mas prefiro agradecer pelo que aprendi e evolui como piloto e como pessoa nesse período. Isso foi o mais importante”, agradeceu.

O campeão da temporada – o mais jovem da história – é Felipe Fraga, que representa e continuará representando a marca mesmo sem nunca ter corrido pelo time. Cacá Bueno será companheiro de equipe dele no ano que vem, e também segue como piloto Red Bull.

Com a Red Bull Racing, Cacá tornou-se o segundo maior campeão de todos os tempos. Tem cinco títulos e só perde para Ingo Hoffmann, que tem doze. Neste domingo, fez um corridaço, saindo de 11º e encarando dificuldades com o carro pra chegar em quarto.

“Primeiro, quero parabenizar o Felipe Fraga por esse título. Eu sei o que representa pra ele. Tive a honra de estar ao lado dele, ajudando como podia, desde as categorias de base. Posso dizer que é uma conquista muito merecida, não só pelo que fez esse ano, mas pela seriedade como encarou cada passo. E principalmente, fico muito contente de ver a história da Red Bull Racing, a nossa história, terminando com a vitória do Daniel”, afirmou o pentacampeão, que em 2017 defenderá as cores da Cimed Racing.

“Eu sempre disse que a equipe estava aqui como protagonista e que não podia se contentar com pouco. Esse é o lugar que a gente sempre ocupou e não podia terminar de outra forma. Para mim, foi uma corrida mais difícil. Desde as primeiras voltas eu tinha uma vibração muito grande no carro e os freios não estavam funcionando tão bem. Mesmo assim, acertarmos na estratégia e terminamos perto do pódio. Foi um ano em que a gente poderia ter feito mais, especialmente pela primeira metade do campeonato, quando fiz três poles e ganhei duas corridas. Mas o que fica é uma história muito bonita, de três títulos pela Red Bull Racing, e fico feliz de continuar levando a marca comigo agora em uma nova equipe”, encerrou.

E Daniel Serra... Bem, Serrinha vai embora como homem feito depois desse longo e vitorioso período de parceria. Como ele mesmo disse no vídeo de despedida da Red Bull Racing, esses dez anos valeram a pena.

publicidade
Últimas Notícias
Venda de ticket

Compre já seu ingresso
para a próxima etapa!

Clique aqui e
garanta o seu.
x