Abbate e Lapenna comemoram retorno a Curitiba e querem lutar pelo pódio

Pista paranaense volta a receber a Stock Car neste domingo na disputa da nona etapa da temporada

A principal categoria do automobilismo nacional desembarca em Curitiba (PR), neste domingo (dia 16), para a realização da nona etapa da temporada 2016. No início deste ano, o traçado da cidade de Pinhais recebeu a primeira etapa, a Corrida dos Convidados, e acreditava-se que este seria o adeus ao circuito, que chegou a ter sua venda anunciada. Mas os sócios do empreendimento recuaram, desistiram da desativação do autódromo e a Stock Car está de volta.

Na equipe Hot Car Competições (Bardahl), Raphael Abbate e Felipe Lapenna comemoram a volta ao circuito. Os pilotos do time comandado por Amadeu Rodrigues estão animados e querem buscar o pódio. Os treinos terão início na sexta-feira (14), com o classificatório no sábado (12 horas ao vivo no SporTV) e as duas corridas no domingo (13 e 14h10).

Abbate, que vem de um Top-10 na etapa passada, em Londrina, está feliz em poder acelerar novamente o Stock #26 em Curitiba. "A notícia de que a pista de Curitiba foi reativada é muito positiva, não só para a Stock Car, mas para todo o automobilismo brasileiro. É uma das principais pistas e tem uma ótima estrutura para receber os eventos", declarou o paulista.

"A etapa de Londrina foi a nossa melhor este ano. Tivemos uma ótima evolução no carro. A expectativa é cada vez melhor. Conquistamos três posições no campeonato com os pontos de Londrina e vamos conseguir uma melhor posição de saída na hora de classificar, então, provavelmente vamos ter uma vantagem em relação climática e o objetivo é largar mais à frente. Nosso ritmo de corrida tem sido cada vez melhor e acho que dá pra sonhar com um pódio ou quem sabe um Top-5", completou o piloto que já foi quarto colocado este ano, na etapa de Santa Cruz do Sul (RS).

Já o companheiro Lapenna espera mais sorte com o Stock #110. "Não tem sido um ano de sorte pra mim. Em Londrina, focamos em fazer a segunda corrida e buscar um pódio, mas acabei envolvido num acidente na largada. Fui acertado e a batida acabou com a minha corrida", lamentou o paulista.

"Curitiba é uma pista que eu gosto bastante. Fui sétimo colocado em 2014 com a equipe Hot Car e sei do nosso potencial. Este ano, só fizemos a Corrida de Convidados lá, então não deu para ter muita referência, mas sei que nosso carro é rápido na corrida. Precisamos largar mais pra frente, mas estou bem confiante e vamos tentar o melhor resultado possível, quem sabe o tão sonhado pódio", finalizou.