Etapa

Londrina marca final do 2/3 do campeonato

Bom rendimento na cidade paranaense pode significar seguir na disputa pelo título do campeonato da temporada 2017

A oitava etapa da temporada 2017 da Stock Car marca o fim do segundo terço do campeonato e um bom desempenho em Londrina pode significar continuar próximo dos líderes e na disputa pelo título, já que a pontuação na última corrida, em Interlagos, é dobrada.

Nas primeiras quatro etapas do ano (Goiânia, Velopark, Santa Cruz do Sul e Velopark), o grande nome da competição foi Thiago Camilo. O piloto da Ipiranga Mattheis figurou entre os cinco melhores pontuadores em todas as corridas, somando 126 pontos no período, contra 112 pontos do seu principal oponente e atual líder do campeonato, Daniel Serra. O piloto da Eurofarma RC ficou entre os que mais pontuaram duas vezes, mas com uma boa regularidade, fez 29 pontos no Velopark e 17 em Santa Cruz do Sul.

Mas a sua performance no segundo terço do campeonato tem sido um grande diferencial até o momento. Daniel Serra ficou entre os cinco melhores pontuadores em todas as etapas (Curitiba, Curvelo e Velo Città), somando 97 pontos. Thiago Camilo também manteve a regularidade, ficando entre os melhores pontuadores em duas etapas, mas ficou zerado na Corrida do Milhão, acumulando até o momento 66 pontos. Reduzir a vantagem para o líder é o principal objetivo na cidade paranaense.

A avaliação do campeonato também mostra que Átila Abreu é um dos nomes fortes que pode entrar na briga pelo título com Daniel Serra e Thiago Camilo. O piloto da Shell Racing ficou entre os maiores pontuadores em quatro das sete etapas realizadas, somando 110 pontos na primeira e 56 até o Velo Città, onde conquistou sua primeira vitória em 2017.

Os números também mostram uma ascensão de dois campeões da categoria: Cacá Bueno e Felipe Fraga. Ambos conquistaram 75 pontos até o momento no segundo terço da competição. No primeiro, eles somaram respectivamente, 71 e 76 pontos, quase a mesma pontuação em menos corridas e contando que a Corrida do Milhão não possui rodada dupla. Outro nome que se destacou na segunda parte do campeonato foi Gabriel Casagrande, que conquistou 79 dos seus 99 pontos nas etapas de Curitiba, Curvelo e Velo Città.

Em compensação alguns pilotos viram o desempenho cair no segundo terço do campeonato, como Rubens Barrichello, que fez 25 pontos em três etapas, contra 100 nas quatro primeiras corridas da temporada. Marcos Gomes, com 32 pontos somados, Ricardo Mauricio, 38, e Max Wilson, 42, também tiveram baixo aproveitamento de pontos e esperam a recuperação em Londrina.