Últimas notícias

Mesmo sem push-to-pass, Suzuki conquista pontos

Salas tinha tudo para pontuar na segunda corrida, mas problema no pit stop deixou o paulista em 17º

Depois de dois dias seguidos de chuva, a Stock Car finalmente teve pista seca na disputa da quinta etapa da temporada 2018 no autódromo internacional de Santa Cruz do Sul (RS), realizada neste domingo (dia 20). Foi um dia intenso, já que no sábado (19) os pilotos não puderam treinar em virtude do mau tempo.

O dia já começou com um shakedown e o classificatório no traçado de 3.530 metros, que definiu o grid de largada. Atrapalhados por uma bandeira vermelha no grupo 1 do Q1, os pilotos da Bardahl Hot Car Competições, Rafael Suzuki e Guilherme Salas, ficaram em 24º e 27º, respectivamente.

O paulista Marcos Gomes garantiu a pole position para a corrida 1 e fez valer sua vantagem para chegar à vitória, com Daniel Serra em segundo e Max Wilson em terceiro. Na prova 2, Felipe Lapenna largou na pole (pelo grid invertido), mas a vitória ficou com Átila Abreu, seguido por Thiago Camilo e Felipe Fraga. Serra terminou em quinto e ampliou ainda mais sua vantagem na liderança do campeonato, com 152 pontos, contra 109 do vice Marcos Gomes.

Para Suzuki, que foi punido com a perda de todos os seus push-to-pass (botão de ultrapassagem), por ter usado sem querer numa relargada na última etapa, em Londrina (PR), ter largado em 24º, chegar em 12º e pontuar foi satisfatório.

“A corrida 1 teve um saldo positivo. Ganhamos 12 posições sem push. Infelizmente, não encontramos o acerto ideal na tomada de tempos, mas na corrida o ritmo era bom. Eu consegui me defender bem e estar no Top-15. Não é o que a gente quer ainda, mas não passamos zerados”, ressaltou o paulista do Stock #8.

Na segunda prova, o piloto partiu da 13ª posição, mas se envolveu em um acidente e foi obrigado a abandonar. “Eu fiz a curva 1, ninguém me tocou, mas no meio da curva eu vi um carro rodando e só senti bater. Não rodei, não toquei em ninguém, mas na verdade peguei este carro rodando e foi completamente impossível de evitar. Só senti o choque. Foi azar mesmo”, lamentou Suzuki, que tem três Top-10 e dois Top-15 em sua primeira temporada na equipe comandada por Amadeu Rodrigues.

Já o companheiro Guilherme Salas adotou uma estratégia para priorizar a corrida 2. Largou dos boxes na primeira prova, foi mexendo no carro para melhorar o acerto e as chances eram boas na segunda bateria. Um problema no pit stop, no entanto, tirou as chances do piloto pontuar.

“Essa é uma pista que demanda muito dos pneus e isso faz muita diferença. Então, priorizamos a corrida 2 e nossa ideia era estar entre os 12 primeiros e marcar pontos. Mas, infelizmente, no pit stop tivemos um problema na troca de um dos pneus, enroscou e nossas chances terminaram ali”, lamentou o piloto do Stock #117.

Para o paulista de Jundiaí a pausa na Stock Car até o dia 5 de agosto, quando acontecerá a Corrida do Milhão, em Goiânia (GO), será positiva.

“Estes dois meses e meio sem provas vai ajudar nossa equipe. Com corridas a cada 15 dias, como aconteceu agora, tivemos muitos problemas com câmbio, batida e você tem de arrumar o carro ao invés de procurar a melhor performance. Essas ‘férias’ vão nos ajudar a rever o que aconteceu até aqui, para estarmos mais alinhados e terminarmos o segundo semestre numa posição melhor”, completou Salas.

Suzuki concorda com o companheiro. “Essa pausa vai ser muito boa pra gente organizar bem as coisas e fazer da segunda parte da temporada um novo campeonato”, finalizou.

Resultado da Corrida 1 – Top-10*
1. 80 Marcos Gomes (Cimed Chevrolet Racing Team)
2. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC)
3. 65 Max Wilson (Eurofarma RC)
4. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing)
5. 51 Átila Abreu (Shell V-Power)
6. 12 Lucas Foresti (Cimed Chevrolet Racing Team)
7. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport)
8. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport)
9. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex)
10. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports)
12. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car)
Guilherme Salas (Bardahl Hot Car) não completou

Resultado da Corrida 2 – Top-10*
1. 51 Átila Abreu (Shell V-Power)
2. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing)
3. 88 Felipe Fraga (Cimed Chevrolet Racing)
4. 80 Marcos Gomes (Cimed Chevrolet Racing Team)
5. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC)
6. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports)
7. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport)
8. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex)
9. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing)
10. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team)
17. 117 Guilherme Salas (Bardahl Hot Car)
Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car) não completou


*RESULTADOS SUJEITOS A VERIFICAÇÕES TÉCNICAS E DESPORTIVAS


Classificação do campeonato até o momento (Top-10):
1. Daniel Serra - 152 pontos
2. Marcos Gomes - 109
3. Felipe Fraga - 92
4. Max Wilson - 90
5. Julio Campos - 89
6. Cacá Bueno - 80
7. Rubens Barrichello - 80
8. Lucas di Grassi - 68
9. Átila Abreu - 65
10. Ricardo Zonta - 53
17. Rafael Suzuki - 25
26. Guilherme Salas – 3

Informações sobre a equipe Hot Car e patrocinadores, acesse:
www.hotcarcompeticoes.com.br
www.facebook.com/hotcarcompeticoes
www.twitter.com/hot_car
instagram.com/hotcarcompeticoes

Mais informações para a imprensa:

Promax Bardahl
Fernanda Gonçalves
+55(11) 4898-8611
+55 (11) 98245-4511
[email protected]
www.lojabardahl.com.br
www.facebook.com/BardahlBR