Etapa

Stock Car homenageia Zeca Giaffone no Velo Città

Com apoio da HERO, campeões são presenteados com uma credencial vitalícia da principal categoria do automobilismo brasileiro

Depois das lendas Ingo Hoffman, Paulo Gomes e Chico Serra serem homenageados com uma credencial vitalícia da Stock Car na Corrida do Milhão, em Curitiba, chegou a vez de mais um campeão ser presenteado com a honraria. Durante a sétima etapa da temporada 2017 da Stock Car no Velo Città, em Mogi Guaçu, Zeca Giaffone recebeu das mãos de Paulo Gomes o acesso para continuar a fazer parte da história da principal categoria do automobilismo brasileiro.

A relação de Zeca Giaffone com a Stock Car é de longa data, começando em 1979, quando disputou o primeiro ano da categoria. O ex-piloto ficou com o título em 1987, com dez vitórias, oito poles e 39 pódios em 108 provas, além de atualmente ser proprietário da JL, empresa responsável pelos motores e chassis dos carros da Stock Car há 17 anos. “Essa homenagem representa muito para mim, me sinto lisonjeado em recebê-la. A categoria foi se profissionalizando, não há como comparar com a minha época. Hoje ela está em um nível muito bom, essa evolução não pode parar.”

Primeiro campeão da categoria em 1979, Paulo Gomes definiu o estilo de pilotagem de Zeca Giaffone. “Era um cavalheiro, nunca batia em ninguém, um cara limpíssimo na pista e muito rápido. A amizade foi nascendo junto com o automobilismo e sempre que nos encontramos relembramos as histórias do passado”. Já Zequinha, não pode dizer o mesmo do amigo. “O Paulão era um cara super rápido, mereceu todos os títulos, mas era um pouco diferente, mais agressivo”, brincou o homenageado.