Últimas notícias

O pódio de Nelsinho Piquet em Goiânia

Estreante luta pela vitória com Max Wilson na corrida 2 de Goiânia e conquista seu melhor resultado na Stock Car

O trabalho duro durante toda a primeira temporada completa de Nelsinho Piquet na Stock Car foi recompensado em Goiânia com o segundo lugar conquistado na primeira corrida da penúltima etapa. É o melhor resultado do piloto da Texaco e também o primeiro pódio com o Stockão #33. Com o sétimo lugar na primeira prova, Piquet Jr também somou seu maior número de pontos numa etapa: 23.

“Tinha de ser assim! Queria agradecer a toda a equipe pelo trabalho forte o ano inteiro. Foi um ano muito difícil, então manter a motivação de todo mundo para achar cada detalhe no carro não é fácil. Também quero agradecer à Texaco por nos apoiar. Agora que tivemos o primeiro pódio, vamos atrás da primeira vitória. Obrigado, Goiânia!”, agradeceu Nelsinho.

Piquet Jr. largou bem na corrida 1 e pulou imediatamente para quinto. Depois de manter a posição por mais de dez voltas, o piloto da Texaco caiu para sétimo antes da rodada obrigatória de pit stops. Piquet Jr. subiu de novo para sexto e completou a corrida 1 em sétimo, o que já mostrou um bom desempenho do carro.

“Foi um ano difícil, mas a gente vem melhorando, não desistimos. Goiânia obviamente é uma pista bem diferente de todas, uma pista bem lisa e mais de alta, não sei se nos favorece ou se é a nossa evolução. Vamos continuar trabalhando, há margem para melhorar”, disse.

Na segunda prova, com a regra do grid invertido, Nelsinho largou da quarta colocação. Com uma boa partida, Piquet Jr. manteve a posição nas primeiras voltas e herdou a terceira posição com o abandono de César Ramos. Numa prova muito equilibrada, o piloto da Texaco ficou em quarto até a janela de pit stops.

Na volta à pista, após poupar os disparos do push to pass, Nelsinho ultrapassou Daniel Serra e Júlio Campos para ficar em segundo. Nas voltas finais, Piquet Jr. partiu para cima de Max Wilson e quase conseguiu a ultrapassagem, mas acabou ficando mesmo em segundo, melhor resultado do piloto em 2018.

“Esse segundo lugar foi real, não é que guardamos tudo para a segunda corrida. Não economizamos nada na primeira prova, foram duas corridas fortes, e o ritmo estava muito mais forte na segunda corrida. O carro realmente evoluiu, mas só de ter largado na frente faz muita diferença, você não fica no meio da confusão, na frente são pilotos que se respeitam e dão espaço. É claro que tem um esbarrão aqui e ali, mas faz parte”, comentou.

Nelsinho volta a correr no dia 9 de dezembro, na última corrida da temporada, em Interlagos, com pontuação dobrada.

Contato: Ricardo Legname/Drop Media